Caçadores mataram 1.215 rinocerontes na África do Sul em 2014

O massacre de rinocerontes se agravou na África do Sul com 1.215 animais mortos pelas mãos de caçadores ilegais no ano passado, contra 1.004 em 2013, anunciou nesta quinta-feira (22) o ministério do Meio Ambiente. Mais de dois terços deles, 827 rinocerontes, morreram no parque nacional Kruger (nordeste). A progressão da caça ilegal se deve à venda dos chifres do rinoceronte a preço de ouro na Ásia, em particular no Vietnã, para uso na medicina tradicional.
Enviar Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: