'Gato zumbi' é disputado por dono e entidade de animais nos EUA

O gato Bart se recupera após passar por cirurgia no rosto e perder um olho. Ele reapareceu cinco dias após ser dado como morto e enterrado nos EUA (Foto: Humane Society of Tampa Bay//Reuters)
"Animal reapareceu após dono achar que ele estava morto e o enterrar.
Grupo que cuidou de recuperação decidiu não devolvê-lo após tratamento. 


Da Reuters

O “gato zumbi” reapareceu na casa de seu dono cinco dias após ter sido atropelado por um carro e enterrado como morto nos Estados Unidos está agora no meio de uma disputa sobre sua custódia, envolvendo seu dono e a entidade de proteção de animais Human Society, em Tampa Bay, na Flórida.

Inicialmente, o gato, chamado Bart, deveria voltar para a casa de seu dono após passar por uma cirurgia – ele teve uma fratura na mandíbula e outros ferimentos na face no atropelamento. Um de seus olhos estava tão machucado que teve que ser removido.

Entretanto, a Human Society, onde o gato foi tratado, decidiu não devolvê-lo após descobrir mais sobre as “circunstâncias que levara ao seu enterro”, disse a organização.

O dono de Bart, Ellis Hutson, entrou com uma ação para que seu gato seja devolvido. Ele alega que a entidade quer usar o animal para arrecadar dinheiro.

A ação diz que Ellis não está sendo autorizado a visitar o felino, nem recebendo atualizações sobre sua recuperação. Ele não foi encontrado para comentar o caso.

A Human Society revelou a ação em seu site e disse que está analisando suas opções legais. O gato permanecia com a entidade.

A entidade recebeu doações de todo o mundo para ajudar a pagar pelo tratamento de Bart, de acordo com um blog do grupo. Eles divulgaram que o dono do animal não tinha dinheiro para pagar os custos.

O gato Bart recebe atendimento em entidade de proteção aos animais na Flórida após passar por cirurgia no rosto e perder um olho (Foto: Humane Society of Tampa Bay/AP)
Enviar Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: