Voo noturno de milhares de aves migratórias é filmado pela 1ª vez

Câmeras de uso militar permitiram à equipe da BBC gravar o voo noturno de milhares de pássaros
"A revoada de dezenas de milhares de maçaricos-de-papo-vermelho (Calidris canutus), com seus rasantes e meias-voltas juntos no céu do inverno, é um dos eventos naturais mais belos da Grã-Bretanha.

BBC Brasil 

Mas até agora, essas aves migratórias praticamente só tinham sido observadas de dia. Pouco se sabia sobre sua atividade durante à noite.

Uma equipe de operadores de câmera e produtores de TV saiu a campo para tentar descobrir como os maçaricos se comportam no escuro.

"É a primeira vez que alguém consegue filmar esses pássaros voando em formações tão compactas de noite", conta o biólogo e apresentador Iolo Williams.

O vídeo foi gravado na reserva natural de Snettisham, em Norfolk, na Grã-Bretanha, para o programa Winterwatch, da BBC.

A equipe conseguiu captar o hipnotizante momento usando a mesma tecnologia de filmagem com câmeras termográficas que serviu para que eles revelassem os mistérios do comportamento noturno de focas na costa de Norfolk.

'Nuvem de poeira'

Maçaricos-de-papo-vermelho migram do Ártico para o sul da Europa, a África e a Australia
Pesquisadores acreditam que os maçaricos-de-papo-vermelho voam em formações compactas e em grandes bandos para evitar e confundir predadores como o falcão-peregrino, que os persegue durante o dia.

Os produtores da BBC imaginavam que os pássaros ficariam mais dispersos à noite por talvez não conseguir enxergar bem no escuro. Mas apesar da escuridão total e da ausência de predadores, os maçaricos se mantiveram muito próximos em suas formações.

"Pude ver bem os pássaros no monitor, e o espetáculo que eles proporcionaram foi tão incrível quanto os que já presenciei durante o dia", diz Williams. "Era como uma longa nuvem de poeira."

O biólogo afirma ter ficado surpreso ao notar que as aves voam à noite com a mesma densidade e agilidade que exibem de dia. "Fiquei me perguntando qual seria o objetivo delas se não estavam tentando evitar os predadores", explica.
"Mas logo pensei que isso pode ser algo já arraigado nesses pássaros – talvez já esteja nos genes deles o instinto de voar tão próximos para evitar virar comida."

A atividade dos maçaricos-de-papo-vermelho é regida pelas marés. Na maré baixa, os pássaros se alimentam de invertebrados que encontram no lamaçal. Mas quando o mar volta a subir, as aves são forçadas a abandonar o local rapidamente, resultando na revoada espetacular de dezenas de milhares de maçaricos enchendo o céu e voando em sincronia.

A migração dos maçaricos está entre as mais longas do reino animal. Eles viajam do local onde procriam, no Ártico, até as praias e estuários da Europa, da África e da Austrália.

No inverno, muitos podem ser avistados na Grã-Bretanha."
Enviar Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: