Fotógrafo flagra leoa atravessando rio com filhote na boca

O fotógrafo grego especialista em vida selvagem Kyriakos Kaziras registrou a luta de uma leoa para atravessar um rio no Parque Nacional Masai Mara, no Quênia, carregando o filhote na boca. (Foto: Kyriakos Kaziras)

Segurando o filhote com a mandíbula, a leoa tentava se juntar ao resto do bando na outra margem do rio. (Foto: Kyriakos Kaziras)

Os leões são os únicos felinos que vivem em grupos, com fêmeas vivendo juntas em bandos supervisionados por machos, que competem pelo poder em batalhas frequentemente fatais. (Foto: Kyriakos Kaziras)

Nestes grupos, são as fêmeas que caçam, geralmente à noite. Na maioria das vezes, as presas escolhidas são antílopes, zebras e gnus. Na foto, a leoa é flagrada em um salto cuidadoso para chegar à outra margem. (Foto: Kyriakos Kaziras).
Leões podem se reproduzir o ano inteiro e estima-se que eles copulem cerca de 3 mil vezes para cada filhote que nasce. Acima, depois de atravessar o rio, leoa e filhote estão ensopados. (Foto: Kyriakos Kaziras)
Um estudo que durou 45 anos, realizado na Tanzânia, revelou que os grupos de leões que têm as melhores taxas de reprodução têm territórios localizados mais próximos de áreas de confluência de rios. Acima, a leoa e o filhote se juntam ao bando depois de cruzar o rio. (Foto: Kyriakos Kaziras)

Nestas áreas, os leões têm acesso a água, sombra e bons pontos para emboscar as presas durante o ano todo. Por isso, os grupos de leões precisam montar uma defesa forte para se manter nestes locais. Acima, leoa e filhote já estão a salvo junto com o resto do grupo. (Foto: Kyriakos Kaziras)
Da BBC Brasil
Enviar Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: