O caçador de tempestades Mike Olbinski mostra imagens incríveis

Nos últimos quatro anos, o caçador de tempestades Mike Olbinski tem fotografado fenômenos climáticos extremos no sul dos EUA. Nesta foto, uma grande cortina de nuvens chamada de "mammatus" se forma no Texas e um raio encontra um caminho entre as bolhas no céu. Crédito: Mike Olbinski / Barcroft Media
O fotógrafo, de 39 anos, passa a maior parte do seu tempo livre fazendo imagens de tempestades de raios e grandes supercélulas. Aqui, um raio foi registrado no meio da cidade de Tucson. Crédito: Mike Olbinski / Barcroft Media
Muitos dos fenômenos incríveis foram capturados nos Estados americanos do Arizona, Kansas e Texas. Essa grande tempestade de areia atingiu Phoenix em julho de 2011. Crédito: Mike Olbinski / Barcroft Media
Raios atingem o sul de Casa Grande através das nuvens mammatus, termo que se refere às bolsas formadas nas bases das nuvens. Há um requisito para a formação das mammatus - uma grande tempestade - porque elas se formam na parte de trás de tempestades que se retiram. Crédito: Mike Olbinski / Barcroft Media
Uma supercélula pitoresca se forma no noroeste de Booker, no Texas. As supercélulas são caracterizadas por uma persistente corrente de ar ascendente giratória (chamada de mesociclone). Crédito: Mike Olbinski / Barcroft Media
Relâmpagos em uma tempestade na estrada 85 entre Gila Bend e Ajo, no Arizona. Crédito: Mike Olbinski / Barcroft Media
Outro relâmpago, registrado ao sul de Camp Verde pouco depois do anoitecer. Crédito: Mike Olbinski / Barcroft Media
Olbinski tirou esta foto do pôr do sol visto entre nuvens de um avião em Oklahoma. Crédito: Mike Olbinski / Barcroft Media
Tempestade de areia sobre uma área de plantação no Arizona. Crédito: Mike Olbinski / Barcroft Media
Enviar Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: