Elefante fica 50 anos preso e chora ao ser libertado

Após 50 anos acorrentado, o elefante Raju, finalmente, se viu livre e aliviado. A demonstração do inteligente animal emocionou a organização ambiental Wildlife SOS, que conseguiu libertá-lo junto à polícia da Índia, na última semana. Segundo apurou a ONG Wildlife SOS, Raju sofreu muitos abusos e apanhou regulamente – resultando na “disciplina” do animal. Durante o tempo que observaram o elefante, sem puder tirá-lo dali, perceberam que ele ficava ao ar livre acorrentado durante o dia e a noite, sem abrigo.
Quando o animal era usado como atração turística, muitas vezes os moradores locais davam doces e alimentos oleosos, o que começou a deteriorar a sua saúde. “Em um estado agudo de fome e exaustão devido a um longo dia de trabalho, Raju começou a aceitar todos os itens alimentares, como cascas de legumes e sobras de comida e até mesmo papel e plástico”, afirmou a organização. O grupo conseguiu inicialmente uma ação judicial para resgatar o animal e, depois, lançou um pedido de ajuda aos internautas para levantar os fundos necessários para concretizar esse resgate e fornecer uma reabilitação intensa, assim como todos os cuidados do tratamento.
“A equipe ficou completamente abismada de ver as lágrimas rolarem durante o resgate. Foi absurdamente emocionante para todos nós. Nós sentimos que ele percebeu que seria liberado”, afirmou a porta-voz da ONG, Pooja Binepal, em entrevista ao jornal britânico Daily Mail. A organização estima que ele tenha 50 anos e nunca tenha vivido em liberdade, desde seu nascimento. Foram décadas sendo espancado e preso nas correntes, o que causou cicatrizes profundas. Além disso, as patas do elefante também precisam de cuidados especiais devido às estradas quentes, onde ele ficava a maior parte do tempo. Do adNEWS
Uma das frentes de trabalho da Wildlife SOS é a luta pela preservação dos elefantes. Isso porque na Índia há uma grande quantidade de espécies que são mantidos em cativeiro e explorados para entretenimento, extração de madeira e, até mesmo, para  mendigar.
Crédito das fotos: Wildlife SOS
Enviar Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: