Por que os morcegos-vampiros gostam tanto de sangue


Jennifer Viegas, Animal Planet

"A dieta dos morcegos-vampiros reduziu sua capacidade de detectar sabores amargos ou repulsivos, segundo um novo estudo, o que pode explicar o estranho gosto desses mamíferos voadores por sangue.

O estudo, publicado na última edição da revista Proceedings of the Royal Society B, coloca os morcegos-vampiros na lista crescente de animais que possuem um paladar incomum. Nela figuram mamíferos marinhos, como golfinhos, que engolem a comida sem mastigar e não passam muito tempo apreciando seu sabor. Os morcegos- vampiros também não são exatamente gourmets – a menos que o termo se refira aos amantes de sangue fresco.

“Os morcegos-vampiros são os únicos mamíferos que se alimentam exclusivamente de sangue”, explicam os autores do estudo, Wei Hong autores e Huabin Zhao, da Universidade de Wuhan. “A limitação extrema de sua dieta pode tê-los transformado em ‘degustadores inaptos’”.

Para o estudo, os pesquisadores analisaram os genes dos receptores gustativos das três espécies existentes de morcegos-vampiros, além de onze espécies frugívoras. Eles também examinaram testes comportamentais anteriores em morcegos- vampiros, que determinavam se os animais torciam o nariz para determinados sabores – ou se os apreciavam.

Os morcegos-vampiros foram indiferentes aos sabores doces e tiveram dificuldade de detectar os amargos, salgados e azedos. Segundo os pesquisadores, isso é muito significativo.

“Os mamíferos normalmente têm cinco modalidades gustativas primárias para avaliar sua dieta. A detecção do sabor amargo, por exemplo, é uma importante defesa natural contra a ingestão de alimentos venenosos e é considerada indispensável nos animais”, escreveram. No entanto, essa teoria é questionável, já que os vampiros-morcegos perderam grande parte da capacidade de sentir sabores mais amargos.

Hong e Zhao afirmam que esses mamíferos hematófagos não usam o paladar para encontrar alimento, mas uma combinação entre olfato, ecolocalização e detecção de calor. “Tudo isso permite que encontrem a presa e localizem a região da pele com mais vasos sanguíneos”.

Quando e como os morcegos-vampiros passaram a consumir apenas sangue ainda é um mistério. Se os ancestrais dos morcegos comiam outras coisas, é possível que esses animais tivessem uma capacidade mais apurada de detectar sabores variados. Essa capacidade teria se perdido ao longo do tempo devido à ingestão frequente de sangue. Também é possível que os morcegos-vampiros sempre tenham sido hematófagos. Os pesquisadores esperam solucionar o mistério enquanto tentam explicar a evolução da detecção do sabor amargo em animais.

Na semana passada, no encontro anual do Instituto de Tecnológos em Alimentos, em Nova Orleans, cientistas anunciaram que pretendem bloquear ou disfarçar o gosto amargo de certos alimentos – como o café – para torná-los mais saborosos aos consumidores.

Algumas pessoas são geneticamente mais sensíveis ao gosto amargo, exatamente o oposto dos morcegos hematófagos."
Enviar Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: