As 11 espécies de camaleão de Madagascar

As espécies foram sempre reconhecidas como sendo uma única mesmo com a grande variação de cores (Foto: Michel C. Milinkovitch/Reprodução)
A ilha de Madagascar, no continente africano, é uma das maiores em biodiversidade (Foto: Michel C. Milinkovitch/Reprodução)
Foram estudados 324 camaleões machos (Foto: Michel C. Milinkovitch/Reprodução)
Os cientistas usaram DNA, componentes anatômicos e a diversidade das cores para distinguir as espécies (Foto: Michel C. Milinkovitch/Reprodução)
Os camaleões usam as cores como proteção contra predadores, mas a diversidade de cores que existe em Madagascar surpreendia os cientistas (Foto: Michel C. Milinkovitch/Reprodução)
Foram estudados cinco componentes anatômicos: as pálpebras, os lábios, a face, as cores das listras verticais e a cor do fundo (Foto: Michel C. Milinkovitch/Reprodução)
Os animais foram recolhidos em novembro de 2011 e no mesmo mês do ano seguinte. Após a coleta do sangue para os testes de DNA, foram liberados no mesmo lugar da captura (Foto: Michel C. Milinkovitch/Reprodução)
O estudo foi realizado por pesquisadores da Universidade de Genebra, na França, e foi liderado pelo biólogo Michel Milinkovitch (Foto: Michel C. Milinkovitch/Reprodução)
O estudo mostrou que, além de não serem de uma mesma espécie, as cores dos animais também estão relacionadas ao ambiente em que vivem (Foto: Michel C. Milinkovitch/Reprodução)
Com o estudo foi possível observar a relação entre fatores geológicos e genealógicos na variação de cores nos camaleões (Foto: Michel C. Milinkovitch/Reprodução)
Enviar Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: